Rogério tem nome citado em reportagem sobre cartel do asfalto que fraudou R$ 1 bilhão em obras do Governo Bolsonaro

A Folha de S. Paulo traz reportagem sobre o cartel do asfalto que fraudou R$ 1 bilhão em licitações no Governo Federal tendo a frente o Ministério do Desenvolvimento Regional que na maior parte da atual gestão foi comandado pelo hoje senador eleito Rogério Marinho (PL).

A matéria mostra que o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem contado com a ajuda do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Jorge Oliveira, um indicado do atual mandatário nacional, que na função de relator do caso tem blindado o avanço das investigações.

O caso mostra que as obras são tocadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, que contratou a Engefort através de licitações consideradas suspeitas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *