Na gestão de Tarcísio, Dnit só duplicou dez metros de rodovia no Sudeste

CADÊ AS OBRAS: Órgão é o responsável por investimentos em transportes do Ministério da Infraestrutura, chefiado pelo candidato bolsonarista ao governo de SP.

O relatório anual de gestão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) com a apresentação dos resultados de 2021 mostrou que, nos quatro estados do Sudeste, apenas dez metros de rodovias foram duplicados durante todo o ano passado.

O Dnit é órgão responsável por investimentos em infraestrutura de transportes do Ministério da Infraestrutura que, até março deste ano, vinha sendo chefiado por Tarcísio de Freitas (Republicanos), que deixou a pasta para ser o candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao governo de São Paulo.

Segundo o documento, além do Sudeste, o órgão do governo federal viabilizou a duplicação de mais de 69 quilômetros de rodovias nos estados do Nordeste, 21,9 km na região Sul, 4,5 km na região Centro-Oeste e nenhum metro nos estados do Norte do país.

O mesmo relatório aponta 5,05 km de rodovias adequadas no Sudeste, além de 7,06 km restaurados e 650 metros implantados. A título de comparação, o Nordeste teve 46,87 km implantados, 46,09 km adequados e 82,57 km restaurados nas rodovias da região.

RIO GRANDE DO NORTE: O trecho duplicado, de 4,6 quilômetros de extensão, contempla a chamada “Reta Tabajara”, em Macaíba, na Região Metropolitana de Natal. FOTO: DIVULGAÇÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.