Irmã denuncia que mulher de Taveira fraudou cirurgia da mãe

Elaine, irmã de Alda Taveira, tem denúncias graves que envolvem a família do prefeito. Com medo, saiu do Brasil.

Influente na política dentro do município de Parnamirim, a família do prefeito Rosano Taveira (Republicanos) foi envolvida em mais um escândalo na área da Saúde.

Após o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ter comprovado a relação entre a primeira-dama Alda Leda Taveira com o vereador cassado Diogo Rodrigues (PSD), investigado por esquema de fura-fila do SUS no Estado, revelada em matéria exclusiva do DIÁRIO DO RN nesta quarta-feira (31), agora surgem novas denúncias envolvendo a família do chefe do executivo parnamirinense, e reveladas pela irmã de Alda Leda, Elaine Magna Torres Maia, cunhada do prefeito.

Vivendo atualmente fora do país, com suas filhas, ela revelou que decidiu largar tudo no Brasil e montar residência em um país ao qual disse preferir não revelar, por medida de segurança, pois, em suas palavras, teme sofrer represálias contra ela e suas filhas, por parte da irmã Alda Leda e do cunhado prefeito e coronel da reserva da Polícia Militar, Rosano Taveira.

“Como eu sei que ela é uma pessoa muito violenta, sei muito bem quem é a família de Taveira, eu tenho muito receio pela minha vida e pelas vidas das minhas filhas”, disse.

Elaine afirmou que um dos casos remonta à uma cirurgia para retirada de vesícula de sua mãe, há alguns anos.

“Minha mãe necessitou fazer uma cirurgia e tinha o direito de fazer no hospital da Base Aérea, já que meu pai tinha direito por ser militar da Aeronáutica, mas quando se viu, acabou fazendo no Hospital da Polícia Militar, no nome da mãe de Taveira, burlando o sistema de lá. Fez só para ela (Alda Leda) dizer que mãe era dependente dela. E minha mãe acreditou, ficou grata”.

Filho do prefeito usava remédio da prefeitura para trocar votos.

A irmã da primeira-dama de Parnamirim disse que teme toda a família de Alda Leda, incluindo seus sobrinhos e citou o caso envolvendo um deles, Rodrigo Taveira – irmão do candidato a deputado estadual Taveira Júnior (União Brasil). Sobre Rodrigo, Elaine Magna revelou que este é envolvido em esquema com suposto desvio de medicamentos e receituários dentro da Secretaria Municipal de Saúde, onde trabalha.

“Rodrigo não se intimida com nada não. Tanto é que ele ia lá, mesmo não sendo funcionário da Secretaria de Saúde ele levava receitas passadas pelo sogro, que é médico. Eram coisas exorbitantes, a receita era muito além do previsto para curar uma pessoa e o excedente dessa medicação, ele ficava para fazer a campanha dele. Isso é bem típico deles, de segurar documentação, medicação e o que for para depois ir soltando em troca de votos. Isso é bem típico e antigo”, afirmou.

Elaine Magna disse ainda que, por causa desse esquema, Rodrigo teria provocado a demissão de um farmacêutico da Prefeitura de Parnamirim, que teria se mostrado contrário ao que ocorria na pasta.

“Ele chegou a ameaçar um funcionário que questionou uma receita passada pelo médico. O farmacêutico perdeu o emprego, porque não concordava, não compactuava com essas coisas. E Rodrigo ameaçou bastante. Eles acham que podem tudo. Que podem pegar a máquina pública e manipular, fazer o que quiserem. É bem típico da família Taveira”, revelou.

Fonte: Diário do RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.