Chuvas persistentes e moderadas em Natal são decorrentes de fenômeno que surgiu na costa potiguar

O grande volume de chuvas que cai em Natal nesta terça-feira (23) voltou a ligar o alerta para a população da capital potiguar. Há pouco mais de um mês, outro fenômeno de grandes quantidades de chuvas causou estragos em vários pontos da cidade, com alguns ainda sem resolução.

No entanto, mesmo com mais de 12 horas de chuvas, o evento deste início de semana é considerado moderado e nenhuma ocorrência foi registrada até as primeiras horas desta tarde, de acordo com a Defesa Civil do Município de Natal, que ainda informou que o número de equipes em atuação foi dobrado, neste momento, para cobrir melhor o acompanhamento de possíveis eventos que possam ocorrer em decorrência da precipitação pluviométrica.

Apesar de não ter recebido nenhum chamado, o órgão reforça o alerta para algumas regiões que devem ser observadas com maior cuidado, como é o caso de encostas. Nesse ponto, a Defesa Civil do Município de Natal cita áreas localizadas em Mãe Luiza e nas comunidades do Jacó e Paço da Pátria. O alerta também vale para os entornos de lagoas de captação, devido ao risco de transbordamento.

O Coronel Carvalho, Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, confirma a informação de que, até aqui, não há chamados de ocorrências envolvendo as chuvas destes dois dias, mas reforça que algumas cidades receberam do órgão estadual uma orientação para que estejam em alerta, e uma delas é Natal, que ainda se recupera de estragos causados pelas chuvas do mês de julho, tendo alguns serviços preventivos sendo feitos, como drenagem e recuperação de algumas vias afetadas anteriormente, e que ainda podem oferecer algum tipo de risco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.