Brâmane/BG consolida vitória de Fátima em primeiro turno

Faltando pouco mais de 10 dias para o primeiro turno do pleito eleitoral, o cenário para Governo do Estado parece estar praticamente definido. Divulgada nesta segunda-feira (19), a pesquisa Brâmane/Blog do BG consolida a vitória da atual governadora Fátima Bezerra, candidata à reeleição, já no dia 2 de outubro.

A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 16 de setembro, ou seja, após as manifestações do dia 7 de setembro e também após o anúncio de apoio do presidente Jair Bolsonaro e do prefeito de Natal, Álvaro Dias, ao candidato Fábio Dantas, que continua em terceiro lugar. A expectativa era de que, com os dois novos e importantes apoios, a candidatura majoritária do Solidariedade despontasse e ultrapassasse o Capitão Styvenson, segundo colocado nas intenções de voto.

Na espontânea, a governadora Fátima Bezerra aparece com 44,3%, seguida de Styvenson Valentim (15,6%), Fábio Dantas (10,9%) e Clorisa Linhares (2%). Já na estimulada, Fátima tem 45,7%, enquanto que Styvenson aparece com 20,1%, Dantas com 12,7% e Clorisa com 2,3%. Entre os mais rejeitados, a ordem também segue a mesma. Fátima lidera a rejeição com 31,3%, enquanto que Styvenson não seria votado por 18,4% e Fábio por 7,2%.

Em um possível segundo turno contra Styvenson Valentim, Fátima venceria o pleito com 52,2% contra 31,4% do atual senador da República. Já se a disputa fosse com Fábio Dantas, o candidato do Solidariedade teria 32,2% das intenções de voto, enquanto a petista continuaria vencendo com 50,7%.

Carlos Eduardo atinge 29,1% no cenário estimulado

Na disputa para o Senado, Rogério Marinho se aproxima de Carlos Eduardo dentro da margem de erro, mas mesmo assim, o candidato pedetista ainda venceria de acordo com o cenário apresentado pela pesquisa Brâmane/BG. Quando perguntado aos entrevistados em quem votaria para o Senado, de forma espontânea, ou seja, sem apresentar nomes, 25,4% dos eleitores responderam Carlos Eduardo. Já Rogério Marinho foi a opção escolhida por 20,2% e Rafael Motta 6,4%.

Já no cenário estimulado, o candidato da chapa com Fátima, Carlos Eduardo, passa para os 29,1% enquanto que Rogério tem 25,1% e Rafael, 11,3%. Já em relação aos índices de rejeição, Rogério está em primeiro com 19,8%, seguido de Carlos Eduardo com 17,2% e Rafael Motta com 11,3%.

A pesquisa ouviu 2000 pessoas entre os dias 13 e 16 de setembro sob os registros RN-09372/2022 e BR-07707/2022. O intervalo de confiança e margem de erro é de 2,19% para mais ou para menos e o intervalo de confiança de 95%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.