Após debate, Bolsonaro e Moro dizem ter mais convergências do que divergências

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deixou o debate da TV Bandeirantes na noite deste domingo (16) acompanhado pelo senador eleito Sergio Moro (União Brasil-PR). A jornalistas, os dois disseram ter mais convergências do que divergências.

O ex-juiz da Lava Jato deixou o cargo de ministro da Justiça de Bolsonaro acusando o presidente de interferência na Polícia Federal.“Tivemos divergências, mas nossas convergências são muito maiores. Temos um projeto de Brasil”, afirmou Bolsonaro. De acordo com o chefe do Executivo, Moro poderia falar por ele sobre as declarações do rival Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no debate sobre corrupção.

“Moro tem conhecimento profundo de como foi corrupção no Brasil”, declarou o candidato à reeleição.Moro afirmou que Lula “não conseguiu responder”” perguntas importantes e mentiu ao dizer que os diretores da Petrobras envolvidos em corrupção não teriam sido indicados pela Presidência da República.

O ex-juiz também negou a intenção de integrar o Executivo novamente caso Bolsonaro seja reeleito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *