DESTAQUESSAÚDE

ANTES TARDE DO QUE NUNCA: Vereadora Fativan relata a situação do Raio-X da UPA e do CCPAR de Parnamirim

Em aparte na manhã desta quarta-feira (15), na sessão ordinária da Câmara Municipal, a vereadora Fativan Alves (PSD) fez um contundente discurso sobre a situação crítica em que se encontram os aparelhos de Raio-X da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) do Nova Esperança e do Centro Clínico Cardiológico de Parnamirim (CCPAR).

De acordo com o vereador Irani Guedes, o Raio-X da UPA finalmente voltou a funcionar. Para a vereadora Fativan, isso representa um alívio e um momento de alegria para a população. No entanto, ela não deixou de criticar a demora inaceitável para o conserto. “O Raio-X da UPA voltou a funcionar, mas é muito triste uma cidade como Parnamirim ter apenas um Raio-X e ele ficar 80 dias parado para conserto”, disse a vereadora, ressaltando a necessidade de uma gestão mais eficiente e ágil nos serviços de saúde.

RAIO-X DO CCPAR

Desde sua chegada em Parnamirim, no ano de 2021, o equipamento de Raio-X do CCPAR enfrenta uma série de entraves, incluindo a falta de uma sala adequada e de uma rede elétrica apropriada. A vereadora não poupou críticas à gestão municipal pela lentidão e pela falta de planejamento. “Eu acredito que não é possível que termine esse mandato e esse bendito Raio-X do CCPAR não volte a funcionar. É um equipamento de extrema importância para a população do nosso município. Ele chegou aqui em Parnamirim em 2021 e hoje ainda não conseguimos utilizá-lo devido a diversos problemas que ocorreram”, enfatizou Fativan.

Embora tenha reconhecido o esforço recente do vereador Irani Guedes, que anunciou a instalação do transformador que ocorrreu nesta terça-feira (14), a vereadora destacou que ainda há um longo caminho a percorrer. “É positivo que o transformador tenha sido instalado, mas é inadmissível que, após tanto tempo, o equipamento ainda não esteja em pleno funcionamento e precise passar por diversas manutenções”, criticou Fativan.

A vereadora concluiu sua fala com um misto de esperança e cobrança, esperando que até o final do mandato esses problemas sejam resolvidos de forma definitiva para que a população de Parnamirim possa finalmente usufruir dos serviços de saúde que merece.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *