DESTAQUESECONOMIA

INSS começa a pagar primeira parcela do 13º para beneficiários

O INSS inicia, nesta quinta-feira (2), o pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados, pensionistas e demais segurados que recebem mais de um salário mínimo (R$ 1.412). O benefício foi antecipado pelo governo federal e deve contemplar 33,6 milhões de pessoas. Tem direito ao 13º pessoas que tenham recebido, em 2024, aposentadoria, pensão por morte ou auxílio-reclusão da Previdência Social. Os que receberam auxílio por incapacidade temporária e auxílio-acidente também serão contemplados.

Segundo o INSS, a primeira parcela do 13º corresponderá a 50% sobre o valor do abono salarial e será paga até o dia 8 de maio, tanto para segurados que recebem até um salário mínimo como para os que recebem mais, com as aposentadorias e pensões da competência do mesmo mês. Ao todo, R$ 33,4 bilhões serão distribuídos. Para saber se será contemplado, basta acessar o site ou aplicativo do INSS e conferir o extrato de pagamento referente ao mês da liberação do benefício. Para quem não tem acesso à internet, a consulta pode ser feita por meio da Central 135.

Veja o calendário completo de pagamento do 13º salário:

Para quem recebe até um salário mínimo (R$ 1.412)

  • Final do benefício 1 – 24/4 e 24/5
  • Final do benefício 2 – 25/4 e 27/5
  • Final do benefício 3 – 26/4 e 28/5
  • Final do benefício 4 – 29/4 e 29/5
  • Final do benefício 5 – 30/4 e 31/5
  • Final do benefício 6 – 2/5 e 3/6
  • Final do benefício 7 – 3/5 e 4/6
  • Final do benefício 8 – 6/5 e 5/6
  • Final do benefício 9 – 7/5 e 6/6
  • Final do benefício 0 – 8/5 e 7/6

Para quem recebe acima de um salário mínimo

  • Final do benefício 1 e 6 – 2/5 e 3/6
  • Final do benefício 2 e 7 – 3/5 e 4/6
  • Final do benefício 3 e 8 – 6/5 e 5/6
  • Final do benefício 4 e 9 – 7/5 e 6/6
  • Final do benefício 5 e 0 – 8/5 e 7/6

Este é o quinto ano consecutivo que o 13º salário do INSS é pago de forma antecipada aos beneficiários. Em 2020 e 2021, os depósitos, geralmente feitos no segundo semestre do ano, foram realizados mais cedo devido à crise provocada pela pandemia de covid-19. Já em 2022 e 2023, a antecipação ocorreu com objetivo de estimular a economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *