CentralCidadesDESTAQUES

Professores da UFRN aprovam greve a partir de segunda-feira (22)

Na tarde de ontem (16), professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovaram greve por tempo indeterminado, prevista para começar na próxima segunda-feira (22). A decisão é resultado de um plebiscito que contou com a participação de 1.820 dos 2.396 docentes aptos a votar. Realizada nos dias 15 e 16 de abril, através do site do ADURN-Sindicato, a consulta registrou 62,52% dos votos favoráveis e 34,06% dos votos contra a deflagração da greve. Outros 3,40% dos participantes se abstiveram na votação. O resultado foi lavrado em ata pela comissão responsável pelo plebiscito, após o encerramento da votação.

Para o presidente do ADURN-Sindicato, Oswaldo Negrão, a participação histórica da categoria representa a vitória da democracia. Negrão destacou que “o ADURN-Sindicato encaminhou o indicativo, construiu o plebiscito e fez valer o voto de todos e todas as professoras e professores da ativa. Durante todo o processo de construção desse movimento, o ADURN-Sindicato privilegiou a escuta de sua base”, afirmou.

Além da consulta, duas assembleias e encontros com docentes dos campi do interior foram realizados, com o objetivo de ouvir aqueles que são representados pela entidade. “A participação massiva dos e das docentes, sem dúvidas, traz um grande peso à greve que será deflagrada no próximo dia 22 de abril, por tempo indeterminado. O ADURN-Sindicato saúda os professores e professoras que participaram desse momento histórico, em que o plebiscito se confirma como a instância mais democrática o possível para decisões dessa magnitude”, reforçou Oswaldo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *