BRASILECONOMIA

DINHEIRO: 13º salário deve injetar R$ 201 bilhões na economia até dezembro

Pelos cálculos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o pagamento do 13º salário tem potencial de injetar R$ 201 bilhões na economia brasileira até dezembro. Se somarmos o que já foi pago a aposentados e pensionistas do INSS e a outros beneficiários da Previdência Social o montante chega a R$ 291 bilhões, que equivalem a 2,7% do PIB (Produto Interno Bruto) do País. O estudo mostra ainda que cerca de 87,7 milhões de brasileiros serão beneficiados com rendimento adicional, em média, de R$ 3.057.

Todo trabalhador com carteira assinada tem direito ao equivalente a um mês de salário líquido caso tenha trabalhado na empresa durante o ano inteiro, ou a um valor proporcional aos meses trabalhados.

A primeira parcela do décimo terceiro não possui nenhum desconto e pode ser calculada pela metade do último salário bruto recebido, normalmente o de novembro ou proporcional aos meses trabalhados na empresa. Se durante o ano a empresa oferecer algum aumento, o salário considerado para o cálculo deve ser o maior. Além disso, verbas de natureza salarial, como horas extras, adicionais noturnos ou comissões, devem ser somadas ao salário.

Já a segunda parcela do décimo terceiro salário sofre desconto de INSS e Imposto de Renda. Primeiro, calcule o desconto do INSS, pois você vai precisar desse valor para calcular o desconto do Imposto de Renda. Além das deduções por faixa salarial, existe também uma dedução por dependente no Imposto de Renda de R$ 189,59.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *