BRASILJUSTIÇA

Delgatti é condenado no caso Spoofing

JUSTIÇA: Nesta segunda-feira, 21, o hacker Walter Delgatti Neto foi condenado a 20 anos e um mês de prisão, em regime fechado, por um juiz da 10ª Vara Federal do Distrito Federal no caso da Operação Spoofing, aberta a pedido do ex-juiz parcial Sergio Moro. A investigação girava em torno do vazamento de mensagens de juízes.

Nesta segunda-feira, 21, o hacker Walter Delgatti Neto foi condenado a 20 anos e um mês de prisão, em regime fechado, por um juiz da 10ª Vara Federal do Distrito Federal no caso da Operação Spoofing, aberta a pedido do ex-juiz parcial Sergio Moro.

A investigação girava em torno do vazamento de mensagens de juízes e procuradores da Lava Jato que acabou na absolvição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo STF.

O juiz Ricardo Augusto Soares Leites, quem deu a sentença, citou o risco de ocorrência de “extorsão” a partir das mensagens vazadas.

“Seus ataques cibernéticos foram direcionados a diversas autoridades públicas, em especial agentes responsáveis pela persecução penal, além de diversos outros indivíduos que possuem destaque social, bastando verificar as contas que tiveram conteúdo exportado. É reincidente, conforme comprova sua ficha criminal e possui outros registros penais“.

Além de Delgatti, também foram condenados: Gustavo Henrique Elias Santos por 13 anos e 9 meses; Thiago Eliezer Martins Santos por 18 anos e 11 meses; Suelen Priscila De Oliveira por 6 anos; Danilo Cristiano Marques por 10 anos e 5 meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *